Muçulmanos Expulsos de Avião nos EUA

Nos Estados Unidos, Muçulmanos são obrigados a deixar avião em vôo doméstico apenas por comentário sobre segurança

Muçulmanos expulsos de avião nos EUA por falar em segurança

Muçulmanos expulsos de avião nos EUA por falar em segurança

Nove muçulmanos, entre eles três crianças, foram obrigados a deixar um avião prestes a decolar para um vôo doméstico nos Estados Unidos, depois de outros passageiros terem ouvido observações suspeitas sobre a segurança aérea.

O grupo já estava dentro do avião da emprea aérea AirTran em Washington DC (próximo a Nova York) com direção a Orlando (próximo a Miami, na Flórida) na tarde de quinta-feira, no primeiro dia do ano de 2009.

Aprenda mais sobre Cursos no Exterior:
Cursos, Estudos no Exterior
Blog de Cursos no Exterior
Intercâmbio e Cursos no Exterior

Um dos irmãos disse que virou-se para a mulher e falou “Uau, os motores ficam justamente ao lado de minha janela”. Não se sabe pela empresa aérea  qual comentário foi ouvido pelos passageiros ocidentais e em seguida contados à tripulação, pilotos e os agentes federais.

Agentes Federais Sempre Presentes nos Aviões

O irmão ainda declarou ao canal de televisão CNN que todos foram cuidadosos em não usar nenhum termo suspeito como “bomba, terror, ameaça, terrorismo” ou algo que chama-se a atenção. Disse também que todos são Americanos (legalizados) e que amam os Estados Unidos.

Um irmão admitiu que os responsáveis do vôo e os agentes do FBI foram extremamente profissionais ao lidar com a situação, mas culpou a companhia aérea pelo incidente. Os agentes do FBI ainda tentaram convencer a companhia aérea a transportar a família, após esta ter sido considerada isenta, mas o pedido foi recusado. O FBI então conseguiu fazer a família viajar pela US Airways.

Irfan, que estava com a esposa, a cunhada, um amigo e três filhos, disse que a decisão contra eles foi tomada, simplesmente, por sua aparência e cor da pele. “Estávamos vestidos com trajes muçulmanos, com os homens de barba e as mulheres usando véus.”

Segurança em Aviões é Observada por Todos

Os outros passageiros que ouviram a conversa foram contá-la à tripulação e o piloto decidiu adiar a decolagem. Agentes federais – Marshalls – que já estavam à paisana dentro do avião mesmo antes do incidente ordenaram aos 95 passageiros mais o grupo de 9 muçulmanos que descessem do avião para uma nova revista, mais detalhada, autorizando, duas horas mais tarde, o vôo para Orlando, mas desta vez sem os nove muçulmanos.

Um outro passageiro também muçulmano, informou que apenas coincidiu dele estar no mesmo vôo e ter conversado com um dos membros da família. Mesmo assim também foi obrigado a deixar o avião.

O grupo de muçulmanos era composto em sua totalidade por 9 nove pessoas: os dois irmãos, suas esposas, três crianças, uma irmã dos irmãos, e o passageiro muçulmano que conversou com a família, do Iran.

Ellen Howe, porta-voz da Administração de Segurança no Transporte, disse que o piloto agiu corretamente. “No final das contas, estas pessoas fazem comentários que não deveriam ser feitos num avião”, opinou.

No dia 3, a empresa aérea reembolsou o dinheiro da família e se ofereceu para voá-los de volta à Washington, gratuitamente. Um dos membros da família disse estar “bastante impressionado e surpreso” com o pedido de desculpas da empresa aérea. Disse também “foi um gesto bastante generoso”.

Segurança no Intercâmbio

Esse é um acontecimento que os Intercambistas nos EUA devem levar em conta quando fazem suas viagens ao exterior seja para estudo nos Estados Unidos ou intercâmbio de trabalho ou mesmo turismo no país do Tio Sam.

Atualmente nos Estados Unidos – bem como no Canadá, Inglaterra, Austrália, ou qualquer outro país civilizado – quaisquer comentários suspeitos, em especial aqueles utilizando palavras críticas como “bomba, terror, ameaça, terrorismo, ataque, arma, armamento, explosão, explosivo, segurança, insegurança, render, rendição, amarrar…” seja tanto em Português mas especialmente em Inglês, bem como vestir roupas fora do comum Americano, tomar bebida alcoólica ou usar drogas, falar alto demais ou chamar a atenção para si, utilizar roupas chamativas, entre outras, pode gerar suspeitas para o Intercambista, de maneira bastante similar como ocorreu com a família muçulmana.

E retornar para casa expulso não é uma experiência muito boa, não.

Você leu sobre:
Muçulmanos Expulsos de Avião nos EUA

 

.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: